O METRÔ E A COMUNIDADE

Qua, 14 de Agosto de 2013 01:41   

A VSM Comunicação foi a primeira agência a conquistar uma licitação nas áreas de relações públicas e assessoria de comunicação no governo estadual do Ceará para o desenvolvimento de estratégias visando a gestão da reputação do Metrô de Fortaleza. Um dos projetos mais ousados e polêmicos de todos os tempos, cujo objetivo maior é atender à Região Metropolitana de Fortaleza, especialmente à população dos municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Pacatuba, onde está concentradas cerca de 2/3 da demanda de transporte público de passageiros e a maior parte dos conjuntos habitacionais dos municípios mais populosos.

A agência participou de relevantes momentos da obra, desde paralisações de trens, acidentes de trabalho até a recepção a importantes autoridades e imprensa para acompanhamento dos trabalhos.


Para ilustrar, entre 1999 e 2001, desenvolveu atividades de relações públicas para os públicos interno e externo. Dentre elas, destaque para a gestão do teleatendimento Metrofor - uma linha direta com a comunidade para recebimento de reclamações, esclarecimento de dúvidas e solicitação de visitas. Outra foi a entrega de correspondências e coordenação de ações de panfletagem para divulgação de mudanças de trânsito, desapropriações e outras ações que necessitavam a mobilização da comunidade em prol do andamento das obras.  Também foram promovidas diversas palestras em escolas, igrejas e no canteiro de obras para entidades, órgãos governamentais, comunidades e diversos formadores de opinião. Desta forma, a VSM Comunicação e a equipe de engenheiros buscaram interagir tempestivamente com a comunidade, tornando a obra uma das mais transparentes de toda a história do Ceará.

Já entre os anos de 2006 e 2007, considerado um período crítico devido aos atraso nas obras e grande cobrança popular, a VSM Comunicação buscou emplacar pautas positivas na imprensa, evidenciando a importância do equipamento para a cidade de Fortaleza. Somente em 14 meses de trabalho, a agência conquistou 244 matérias e notas espontâneas sobre o Metrofor, tornando o resultado ainda mais relevante se confrontado com o número de publicações negativas que correspondeu cerca de 33% deste montante.